Adeus “Posts”, descansem em paz

A versão 3.2 aproxima-se e com ela uma série de novidades no painel da sua instalação de WordPress.  Além de tudo o mais, e pela primeira vez em muito tempo, esta comunidade decidiu rever a consistência e coerência da tradução, o que vai significar um impacto visível e imediato na versão portuguesa do WordPress.

A mais importante é, sem dúvida, a morte de “posts” e de “postar”. Além de, subjectivamente, nunca falhar de me lembrar postas de pescada com batata cozida, o facto é que o termo não faz parte da nossa língua. Assim, um post é agora um artigo.

Mas como há mais exemplos, queremos garantir que o avisamos com tempo suficiente (cerca de um mês), antes do lançamento oficial da versão 3.2.

Pode não estar de acordo, é um direito que lhe assiste. Nesse caso, se pretende debater a sua posição em público, visite o nosso blog de discussão interna para se juntar à conversa, todos são bem-vindos (não se esqueça que para começar uma conversa vai ter que se registar no site). Nesse blog está também a debate a questão do acordo ortográfico. Para dar um pouco de contexto a este assunto em particular, e se vai participar, por favor tenha em conta que o debate é técnico, filologista, se quiser. Não estamos mínimamente interessados em questões políticas, nacionalistas, universalistas ou outras -istas quaisquer. Nada, mesmo.

Se não quer conversar, e no espírito do software aberto, tem todo o direito de criar uma versão dos ficheiros de tradução com a sua interpretação dos textos originais (o chamado fork ou bifurcação). Ninguém leva a mal e bem conversadas as coisas ainda somos capazes de ajudar.

Fica aqui o apelo: por favor ajude-nos a completar a mais consistente e robusta tradução do WordPress de todos os tempos.

14 comentários a “Adeus “Posts”, descansem em paz

      1. António Manuel Dias

        Penso que na altura reportei os erros ortográficos que foram corrigidos, mas já foi há uns tempos, pelo que a minha memória pode estar a atraiçoar-me. Quanto às alterações de tradução de algumas palavras, depois do processo de tradução do Firefox fiquei “vacinado” contra guerras dessas. Foi um processo bastante desgastante, em que aprendi muito, mesmo sobre as minhas opiniões, mas desgastante na mesma. Fiquei sem vontade de entrar numa nova guerra dessas :)

        Para a revisão da tradução agora não tenho tempo — estou em época de exames — mas hei-de fazê-la nem que seja quando começar a usar a versão pt-PT novamente :)

        Responder
  1. Ana Carvalho

    Viva,

    A tradução de posts é sem dúvida uma questão complicada; artigo parece um bom compromisso de tradução.

    Gostava de espreitar o blog de discussão mas parece estar em baixo.

    Responder
  2. Vitor Madeira

    Viva! Estou a chegar agora ao universo WP e a primeira surpresa foi o facto da nova versão conter tantas frases por traduzir…

    Sobre os posts, não poderia estar mais de ACORDO! FINALMENTE!

    Ok, posto isso, já arregacei mangas e já estou agarrado à tradução ! (ah, e também toco bateria!)

    Grande abraço e continua com o excelente trabalho!

    Responder

Deixar uma resposta