O Melhor da Semana N.º 111: JavaScript, ecommerce, WordAds

Já estamos em 2016, um ano um pouco mais extenso, com 366 dias, pleno de potencialidades para quem usa WordPress. O ano de 2015 representou a chegar do sistema a 25% da Internet mas não só. O pessoal da Torque olhou para os últimos 12 meses e aponta o que se passou de mais relevante no WordPress.

Raelene Morey reuniu 13 dados estatísticos sobre a plataforma que podem ser úteis a qualquer momento. Por exemplo, já houve 143 versões até ao momento.

Uma loja online tem na montra de produtos e nas páginas de produtos o seu núcleo. Mas não se faz apenas com isso. Há mais conteúdos. Desde logo as informações legais, depois há a área de notícias ou blog, entre outras coisas. No total, Yvonne Weng identificou 25 páginas obrigatórias para um site de ecommerce.

Ainda neste domínio, a WooThemes publicou uma introdução aos certificados SSL para sites com lojas online.

A Automattic abriu a sua plataforma de anúncios WordAds aos sites WordPress auto-alojados. Têm é de usar os plugins Jetpack e AdControl e corresponder a um conjunto de requisitos. Até agora o WordAds estava apenas disponível para os sites gratuitos do WordPress.com.

Mike Schroder, líder de desenvolvimento da versão 4.5, seguiu as pisadas de Scott Taylor, da 4.4, e perguntou à comunidade o que pretende ver na próxima versão, quais são os principais problemas que têm a apontar e quais as principais questões de UX a resolver.

A 10up disponibilizou em código aberto a Flexibility, que permite a quem usa Flexbox adicionar suporte para IE 8 e 9.

E que tal criar uma interface de administração mais ajustada ao desenvolvimento de temas e plugins? Usando AngularJS, Roy Sivan explica como fazer.

Há um artigo imperdível a fechar esta semana. É de estofo, portanto o melhor é reservar uma boa meia hora Chama-se The most wanted man in the world. É de James Bamford e tem Edward Snowden como protagonista.

Deixar uma resposta