WP-CLI

O Melhor da Semana N.º 144: WordPress 4.6.1, WP-CLI, ManageWP, multisite, AMP

A release candidate para o WordPress 4.6.1 já está disponível para teste. A versão final deve chegar quarta-feira, dia 7 de Setembro, com a correcção de bugs.

A GoDaddy comprou a ManageWP. A empresa de serviços WordPress criada por Vladimir Prelovac na Sérvia vai passar a fazer parte do universo da multifunções norte-americana. Que continua a fazer um esforço para mudar práticas do passado que a levaram a ter uma péssima imagem como empresa de alojamento WordPress.

As linhas mestras com que se podem coser os autores de plugins, dos actuais e dos futuros, estão já, por fim, actualizadas.

Precisas de argumentos para explicar aos clientes porque é que o WordPress é a melhor opção para o projecto em causa? Aqui ficam algumas ideias.

Já usado amplamente pelos programadores e utilizadores mais avançados (e em sistemas de alojamento que o permitem) o WP-CLI é alvo de uma atenção especial pelo Code Tuts, que elaborou um tutorial para utilizadores e administradores de sites.

No mesmo espaço, Tom McFarlin iniciou uma série sobre criar uma área de administração personalizada.

Sempre alvo de preocupações pelos seus caprichos, o multisite é uma opção válida e importante para alguns projectos. Aqui fica uma forma de mudar sites em multisite para as suas respectivas directorias.

Fazer alterações personalizadas em temas passa, por norma, por criar temas dependentes (child-themes). Mas também pode ser feito através de o desenvolvimento de um plugin.

Em tempos, o português Hugo Baeta propôs uma alteração ao editor do WordPress para o tornar mais simples e funcional. Pois bem, o tema está de regresso à ordem do dia, à conta da simplicidade dos editores de outras plataformas. A questão é que o WordPress já não é um simples sistema para criação de blogs e o editor não serve apenas para criar artigos de blog. Por vezes simplificar pode não ser o melhor caminho.

Falando em Hugo Baeta: saiu esta semana da Automattic.

E ainda…

Como integrar AMP no WordPress.

Usar o plugin Query Monitor para fazer debug e desenvolvimento no WordPress.

3 pensamentos sobre “O Melhor da Semana N.º 144: WordPress 4.6.1, WP-CLI, ManageWP, multisite, AMP

Deixar uma resposta