Plugin PT AO90

AO90 disponível também para plugins e temas WordPress

O Português AO90 já está disponível para WordPress, incluindo a aplicação em temas e plugins.

Como abordámos há pouco mais de uma semana, durante o último WordCamp Europa, em Paris, tivemos um contacto directo com o principal gestor do GlotPress, a plataforma de traduções do WordPress.org, no sentido de solicitarmos que fosse criada uma variante AO90 para a língua portuguesa de Portugal.

Este projecto vem no seguimento de várias ideias em torno de como poderia ser implementado o AO90 nas traduções do WordPress, cumprindo algumas premissas que foram sendo debatidas dentro da equipa de tradutores:

  • Nenhuma instalação de WordPress em Português de Portugal tem a ortografia actualizada sem um consentimento explícito.
  • A abertura de uma variante AO90 não deve pôr em causa a consolidação e as regras aplicadas na tradução do core do WordPress, que vão muito para além da norma ortográfica em uso.
  • A gestão de duas variantes não deve tendencialmente representar um acréscimo significativo de tarefas de validação.

A solução a que agora chegamos foi tornada possível pelas alterações entretanto introduzidas no GlotPress, mas ela já era um objectivo quando, em 2013, avançámos para a criação do PT Variants.

O plugin fazia a substituição dos ficheiros de idiomas pré-AO90 por versões AO90 convertidas com o Lince. O PT Variants era uma solução de recurso para uma infra-estrutura que ainda não estava preparada para gerir variantes.

Variantes

Com a chegada da variante Português (AO90) ao locale Portugal, as traduções passam a estar disponíveis em ambas as normas e tanto para o core como para plugins e temas. No core, a variante é populada com a conversão automática das traduções actuais pré-AO90, mantendo destas a consolidação reconhecida e as regras que têm sido adoptadas. O objectivo será alargar essa conversão aos plugins e temas mais utilizados e cuja tradução está mais estabilizada e/ou acompanhada pela equipa de tradutores.

Esta solução oferece a alternativa AO90 a quem pretenda adoptá-lo, surgindo como opção na lista de idiomas já disponíveis no painel das opções do WordPress.

Português (AO90) nas opções do WordPress

Nenhum utilizador está limitado na utilização do AO90 no core, temas e plugins do WordPress. Ao mesmo tempo, nenhum utilizador é obrigado a adoptar o AO90 sem poder recusar essa alteração.

Mais ainda, uma alteração deste género permite que a equipa de tradutores e validadores, se assim o entenderem, mantenham as duas versões actualizadas (pré-AO90 e AO90), sem necessidade de duplicação de esforços, já que, desde que a versão pré-AO90 seja validada, a versão AO90 pode ser actualizada através da conversão e carregamento dos ficheiros de idiomas.

 

E quando não houver tradução?

Para os casos em que não haja ainda disponível uma tradução em Português (AO90), ou porque não existe ou porque não esteja ainda validada, passa a haver também uma forma de permitir um fallback para a variante pré-AO90. Supondo que o utilizador define a variante AO90 como idioma da sua instalação, a norma pré-AO90 pode ser uma alternativa automática caso não exista ainda tradução AO90 de alguma frase ou expressão de um tema ou de um plugin, em vez de o WordPress carregar a versão inglesa.

Plugin PT AO90 no directório do WordPress

Esta solução é conseguida com o novo plugin PT AO90, que tem duas funções:

  1. altera o idioma do WordPress para Português (AO90), segundo o Acordo Ortográfico de 1990, e
  2. define a ortografia pré-AO90 (a norma de 1945, revista em 1973, que é carregada por omissão para Portugal) como alternativa quando as traduções segundo o AO90 não estejam disponíveis.

O plugin PT AO90 é um projecto gerido pela Comunidade Portuguesa de WordPress. O desenvolvimento deve-se ao Marco Almeida e à Webdados, e nasceu do desafio lançado pelo Álvaro Góis durante o WordCamp Europa em Paris.

 

Quero o AO90. O que é que eu faço?

A partir de agora há duas opções:

  1. Ir às opções gerais e escolher Português (AO90) na lista de selecção, ou
  2. Instalar o plugin PT AO90, beneficiando do fallback para pré-AO90.

 

Quero traduzir. O que é que eu faço?

No core e nos plugins e temas mais comuns, em que exista já uma tradução completa, gerida de forma sistemática e consolidada, a tradução será feita a partir da conversão dos ficheiros de idioma pré-AO90, para garantir a manutenção da consolidação de termos e a não duplicação de esforços de validação.

Para outros plugins ou temas que ainda não estejam traduzidos, a tradução deverá ser feita na versão pré-AO90, que será convertida para AO90, beneficiando assim os utilizadores de qualquer uma das normas.

Este procedimento deve-se ao facto de existir um mecanismo de conversão para o AO90 que não é possível de aplicar no sentido inverso, já que as regras do AO90 e as suas múltiplas combinações e excepções invalidam a retroversão programática.

Como consequência, a tradução na variante pré-AO90 será propagada aos utilizadores de ambas as variantes, enquanto que a tradução directa na versão AO90 apenas irá beneficiar uma parte dos utilizadores. Para maximizar o resultado deste trabalho voluntário, é substancialmente mais produtivo contribuir para as traduções na variante pré-AO90, ao permitir que o nosso trabalho de consolidação chegue a todos os utilizadores do WordPress em português.

A tradução directa na versão AO90 não deixará de ser útil, se de facto quem pretende traduzir não quiser fazê-lo com a norma pré-AO90. No entanto, pelos motivos explicados, o trabalho de acompanhamento e melhoria das traduções de temas e plugins por parte da equipa de tradutores será desenvolvido na variante que permite propagar este benefício a todos os utilizadores, a pré-AO90, sobrepondo-se como sempre a traduções pré-existentes não consolidadas.

Em qualquer dos casos, as sugestões de tradução devem seguir as normas de tradução estabelecidas no Guia de Tradutores (que será revisto para acomodar a nova variante Português AO90), bem como o Glossário existente. A Tabela de Tradução que existe neste site é também um precioso auxiliar para pesquisar rapidamente um termo e ver como está traduzido no core do WordPress.

Quem pretender contribuir para a tradução dos vários projectos WordPress, além de conhecer e aplicar as normas do Guia de Tradutores e optar pela terminologia descrita no Glossário, deve procurar discutir sugestões de tradução com a equipa de tradutores, seja no site Palheta seja no canal #tradução do Slack da Comunidade Portuguesa de WordPress (se ainda não tens acesso ao Slack, faz o pedido de adesão neste formulário). As traduções na nossa Comunidade fazem-se com trabalho de equipa, em partilha e em discussão. No guia para os tradutores está bem explícita a forma de sugerir alterações, nomeadamente:

Em caso de dúvida ou discordância com esta gestão – por exemplo, a não aprovação de uma alteração –, recomenda-se que o caso seja colocado nos sítios indicados acima para ser discutido. Não vale a pena insistir em alterações que não estejam de acordo com os termos consolidados sem uma discussão prévia. Isso só vai trazer mais trabalho para quem revê e valida traduções, prejudicando a revisão e validação de novas traduções.

Deixar uma resposta