Líderes de organização de WordCamps passam a ter ‘mandatos’ de dois anos

Os líderes da organização de WordCamps vão passar a ter ‘mandatos’ de dois anos. A ideia é permitir que outras pessoas avancem para essas tarefas, promovendo o alargamento da comunidade.

Esta decisão saiu de um debate organizado logo após o WordCamp São Francisco, com a presença de um grupo de voluntários da comunidade. O objectivo do encontro foi discutir como promover o crescimento da comunidade em todo o mundo.

WordCamp Porto 2013
O último WordCamp em Portugal foi há pouco mais de um ano, no Porto

“O grupo concordou que as lideranças estabelecidas são uma grande barreira ao objectivo do crescimento global das comunidades, bem como à criação de mais ligações ao projecto WordPress”, escreveu Andrea Middleton na secção de Comunidade do Make WordPress.

Quando apenas uma pessoa organiza eventos da comunidade, como meetups, WordCamps, ou ambos, durante vários anos, pode acabar por desencorajar outros membros da comunidade de se envolverem mais, acrescenta Middleton, que está a terminar uma ligação de vários anos à gestão da comunidade WordPress, tal como Jen Mylo.

No debate em causa, os participantes acordaram que a melhor opção passa por definir períodos de dois anos consecutivos para uma pessoa se manter como líder da organização de WordCamps. Com o objectivo de, após esse período, a comunidade propor uma nova pessoa para essa tarefa.

Os organizadores com experiência podem participar na equipa, se assim entenderem, fazer uma pausa ou ficarem como mentores, partilhando os seus conhecimentos com outros elementos da comunidade.

Os líderes da organização podem regressar para novo mandato na liderança da organização depois de, pelo menos, um ano (ou evento) de fora. Mas não é desejável, por exemplo, que haja duas pessoas a trocarem de posição, do género, “este ano sou eu, para o ano és tu”.

Porque não deixar que esse processo de transição decorra com naturalidade, por opção das próprias pessoas?

Andrea Middleton faz a pergunta e deixa a resposta: “Ser um líder da comunidade implica mais que apenas organizar um evento. Um bom líder deve inspirar e apoiar a próxima geração, dando um passo para o lado para permitir que outras pessoas assumam o trono e aconselhar essas pessoas para que sejam, elas próprias, bons líderes”.

Nos comentários surgiu a inevitável questão: e se não houver ninguém a querer assumir essa posição de liderança? Middleton diz que essa pergunta surgiu no debate de São Francisco. Nesse caso, talvez seja boa ideia o WordCamp em causa fazer uma pausa de um ano para permitir que a comunidade se movimente e entre numa nova etapa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.