Salário de programadores

O Melhor da Semana N.º 95: HTTP/2, REST API, salários e WordPress a caminho dos 75%

Levar o WordPress a 75 por cento da Internet é a determinação de Matt Mullenweg, anunciada numa entrevista à Wired, publicação que usa este sistema de gestão de conteúdos. Diz ele que o WordPress é, basicamente, um software que vale milhões e é oferecido aos utilizadores.

As vantagens do HTTP/2, sobre a sua eficiência e velocidade, sobre os navegadores que já o aceitam, e o que precisas de saber para colocares os teus websites WordPress compatíveis, são os objectivos deste artigo de Ahmad Awais. O assunto também foi abordado na última semana por Zack Tollman. O WordPress é compatível mas há algumas coisas que é preciso aprofundar. Desde logo uma exigência dos browsers: HTTPS é requerido para o HTTP/2 funcionar.

Como resolver alguns problemas em websites WordPress motivou Jeff Starr a produzir um longo mas útil artigo, a pensar nos utilizadores iniciados ou médios.

As sidebars já não têm o encanto e o uso de outros tempos mas ainda existem e, talvez, ainda voltem a ganhar um espaço significativo. O  melhor é saber como funcionam. Daniel Pataki explica. O mesmo autor aproveitou a semana para nos trazer o básico sobre a WordPress REST API.

Mais uma lista de plugins imprescindíveis? Sim e não. É uma lista, de plugins, elaborada por Nick Schäferhoff. Com os 32 que ele acha essenciais. Opiniões.

O design responsivo é obrigatório? É. Como deve ser feito? Há caminhos, ideias, sugestões, propostas. Esta é a de Rachel McCollin: Criar um site WordPress responsivo que os utilizadores vão adorar.

Cantinho dos programadores

O que são ‘namespaces‘ e o que significam para os programadores? David Hayes ajuda.

Tom McFarlin diz-nos que nasceu um clube de programadores WordPress. Aderir é gratuito.

Os programadores WordPress são mal pagos? São. Pelo vistos há sete razões para que isso aconteça.

Quem anda há muito a falar sobre as questões do negócio em redor do WordPress é Mario Peshev. Que volta ao assunto numa entrevista interessante ao blog da Cloudways. Como sempre, Peshev é claro: “I wouldn’t like to discourage anyone who’s passionate about starting a business, but entrepreneurship is really far from “I don’t have a boss” or “I’ll work whenever I want” mentality which is the common belief”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.