Plugin

O Melhor da Semana N.º 126: WordPress 4.6, plugins, REST API, WP-CLI

O WordPress 4.5 saiu na terça-feira e causou alguns problemas em temas, por causa da actualização de bibliotecas jQuery, mas já se começa a preparar a versão 4.6. Dominik Schilling será o líder de lançamento e já pediu a lista de desejos. Se tens alguma coisa que gostasses de ver na próxima versão, este é o momento para apresentares a ideia.

Daniel Pataki admite que a programação orientada para objectos pode ser complicada mas é importante ser aprendida e percebida por quem pretende dar passos na criação, por exemplo, de plugins WordPress.

Continuando a falar de plugins, Bridget Willard defende que estes devem ser memoráveis e não apenas bons. Talvez tenha razão. Talvez tenha sido por aí que começou o sucesso do Easy Digital Downloads. Criado por Pippin Williamson para coçar uma comichão própria, está hoje em mais de 50 mil sites e transformou-se num excelente e proveitoso negócio para o seu autor.

Depois de analisar alguns plugins de cache, Taylor Lovett, que vai estar no WordCamp Porto 2016, decidiu criar o seu próprio plugin, o Simple Cache.

A Yoast vendeu o Google Analytics for WordPress a Syeb Balkhi, que o renomeou como MonsterInsights.

Há um novo plugin de importação a caminho. O WordPress Importer oficial apresenta alguns problemas conhecidos e está em curso uma iniciativa para o melhorar, que envolve, por exemplo, Ryan McCue. Falta ajuda para o testar.

Precisamos de falar sobre a REST API, diz Petya Raykovska que também vai estar no WordCamp Porto 2016 e que propõe um guia – para quem não é programador – sobre o futuro do WordPress.

A Páscoa já lá vai, é certo, mas estamos na Primavera e será sempre tempo para algumas limpezas e manutenção de sites. E que tal usar o WP-CLI para estas tarefas?

Depois de cinco anos a trabalhar de forma remota, Ionut Neagu abordou, de forma descompremetida, o bom, o mau e o péssimo desta forma de viver e trabalhar.

Há quando tempo não trazíamos uma comparação entre o HHVM e o PHP7? Já estávamos com saudades.

E ainda…

Quanto e como instalar o WordPress num directório.

Carrie Dils pergunta se tens um papel a desempenhar na acessibilidade web. Claro que sim.

SEO e multilinguismo no WordPress.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *