WordPress em português

O Melhor da Semana N.º 136: WordPress 4.6, plugins e estatísticas

O WordPress 4.6 está em Beta 2 e uma das novidades já conhecidas mas agora detalhadas é o uso de fontes nativas. A futura versão, a sair dentro de cerca de um mês, inclui novas API relacionadas com a validação da definição de valores do personalizador. Há também melhoramentos na internacionalização e um novo WP_Term_Query.

É mais uma das listas sobre o que deve verificar antes do lançamento de um website mas, enfim, por vezes precisamos de ser recordados. Nesta estão reunidos 24 tópicos.

Emerson Loustau reuniu um conjunto de sugestões de como os programadores e autores de sites WordPress podem protege-los dos erros dos utilizadores futuros. Incluindo esconder itens do menu do painel.

Já Carl Alexander reflecte sobre o ensino de programação orientada a objectos com WordPress.

No NiemanLab, Laura Hazard Owen contou a história de como cinco publicações mudaram os seus sites para o Medium. Todas tiveram de assinar um acordo de confidencialidade (NDA) por isso nem todos os dados são aqui revelados, incluindo um elemento muito importante: O Medium pagou a essas publicações para se mudarem para lá.

Mark Armstrong, da Auttomatic, comentou a história, lembrando que esta estratégia não é nova e envolve riscos elevados para todas as partes, em particular para os publicadores.

Sobre este assunto, Matt Johnson diz que o Medium é o novo LiveJournal dos publicadores.

Plugins

Dan Cameron, autor do plugin Sprout Invoices, foi informado pela equipa de revisão de plugins do repositório WordPress de estar as violar as regras, por premiar quem fazia avaliações ao plugin. Reconhece que o fez mas não sabia que não podia fazer por ausência de regras. O WP Tavern conta as duas versões.

Chama-se FUSE e deve ser a estratégia a usar na escolha de plugins, defende Matt Medeiros. FUSE refere-se a Fit, Usability, Support, Ecosystem.

Depois de ter lançado, há algumas semanas, o WP Scanner,  que serve para monitorizar o tempo de carregamento do WordPress, além de verificar a sua performance e segurança, Ashley Rich partilhou algumas das lições aprendidas.

Estatísticas

A tarte de dados nas estatísticas do WordPress foi redesenhada para apresentar a informação de forma mais simples e agradável do ponto de vista visual. E apresenta novos dados. Entre estes ficamos a saber o volume de instalações por língua. O inglês, com naturalidade, tem a fatia mais grossa, com 53,9%, seguindo-se o japonês, alemão, espanhol (4,5%) e francês (3,4%). O português de Portugal tem 0,3% e o português do Brasil tem 2,3%.

Design

Duolingo é uma aplicação que pretende ajudar a aprender uma nova língua e faz uso da psicologia no seu design. Dizem que cabe ao designer criar todo o ecosistema.

As ferramentas de design de que precisamos.

E ainda…

Taylor é um novo page builder.

10 plugins WordPress para programadores

Um guia para escrever Bash & Shell Scripts

Como fazer queries eficientes no WordPress

Como combinar artigos de vários sites usando a REST API

Cinco desafios da segurança WordPress

Um pensamento sobre “O Melhor da Semana N.º 136: WordPress 4.6, plugins e estatísticas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *