page builder

O Melhor da Semana N.º 145: Page builders, WordPress 4.7, W3 Total Cache, Headway Themes e comunicação

Pippin Williamson fez uma bateria de testes e analisou alguns ‘page builders’ do universo WordPress. É um artigo imperdível para quem gosta de page builders, para quem não gosta e para os restantes. Leva mais de uma centena de comentários, alguns dos quais acrescentam dados relevantes.

A análise já recebeu reacções por parte dos autores de alguns dos plugins em causa.

Antes, já Sanjeev Mishra tinha abordado os potenciais problemas dos page builders.

Para o bem e para o mal, os page builders fazem parte do WordPress de hoje e terão vindo para ficar. Aliás, têm uma quota parte a reivindicar no crescimento do WordPress nos últimos anos.

As novas do WordPress 4.7

O que são, para que servem e como funcionam os transients em WordPress, contados por Daniel Pataki. Na mesma linha, o que são hooks, actions e filters e como funcionam, por David Hayes.

O WordPress 4.7 está a ser criado. Deve ver a luz do dia a 8 de Dezembro. Até lá, e aguardando pelas versões Beta, sabemos que haverá as inevitáveis alterações (ou correcções, se preferirem) no personalizador.

Vai ainda permitir que a senha de acesso a artigos protegidos tenha 255 caracteres, em vez dos 20 actuais.

À procura de uma solução para acelerar a pesquisa em sites de comércio electrónico com WooCommerce? Aqui ficam algumas ideias.

W3 Total Cache em queda?

O W3 Total Cache, um importante plugin com mais de um milhão de instalações, foi alvo de um alerta relativo a uma vulnerabilidade XSS. É verdade que, para que a tentativa de ataque funcionasse, era necessário que fosse executada por um utilizador com permissões a aceder ao menu de suporte do plugin dentro da instalação em causa. O âmbito do potencial atacante seria, assim, relativamente reduzido. Mas não tardaram a ser encontradas outras vulnerabilidades no mesmo plugin.

O W3 Total Cache não era actualizado há mais de um ano e suspeitava-se de que o seu criado e principal programador teria desistido de o continuar a desenvolver. O próprio Frederick Townes viu-se obrigado, há uns meses, a esclarecer que não.

O autor do plugin lançou uma grande actualização que veio resolver alguns bugs e os problemas de segurança detectados mas que causou alguns problemas em inúmeros sites.

Headway Themes e a importância da comunicação

Também Headway Themes está a passar por algumas dificuldades. Desde problemas em responder a pedidos de suporte, até à falta de comunicação e ao rumor de que estaria para fechar as portas. Foram meses de silêncio e meias respostas, que acabaram por levar, enfim, Grant Griffiths a apresentar aquilo que diz ser o futuro da Headway Themes.

Um caso que levou Eric Hamm, da Cobalt Apps, a clarificar a sua situação e a garantir maior comunicação futura.

Sim, é preciso que as empresas, grandes, médias, pequenas, minúsculas, saibam comunicar. Mesmo que não saibam, devem comunicar.

E ainda…

Queres ser mais um a tentar enviar notificações para o navegador dos teus visitantes? Aqui tens formas de o fazer.

O BuddyPress 2.7 está em beta.

Terminologia WordPress para iniciados.

Como a Wired se encriptou de forma total.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *