O Melhor da Semana N.º 251: 5.0 abre uma nova era no WordPress

O WordPress 5.0 ‘Bebo’ foi lançado na semana passada, com a introdução do novo editor.

Por aqui, recomendamos algumas cautelas e cuidados na actualização.

Com o lançamento do Gutenberg no core do WordPress pode dizer-se que fica encerrada a primeira etapa. Agora começa a segunda fase.

Este é um dos projectos para 2019. Mas há mais, no dizer de Matt Mullenweg.

Há novidades na biblioteca de multimédia. E também na REST API. E nos pacotes JS. Por fim, há ainda um novo tema, o twenty nineteen.

Queres saber tudo sobre o WordPress 5.0? Este é o guia oficial.

O plugin AMP para WordPress chegou à versão 1 e traz compatibilidade com o Gutenberg.

Precisas de activar e desactivar o Gutenberg de forma selectiva? Aqui está como podes fazer.

O que devemos aprender com a situação da acessibilidade do Gutenberg.

Gutenberg e o futuro do Schema plugin.

O Weglot publicou a sua história com o Gutenberg.

Certo é que esta versão marca o início de uma nova era no WordPress.

PHP e comércio electrónico

O WordPress vai passar a requerer, como mínimo, o PHP 5.6, a partir de Abril de 2019.

Como criar um comando WP CLI para importar e exportar em grupo.

A plataforma de comércio electrónico BigCommerce lançou um plugin para WordPress. Tom McFarlin ficou entusiasmado.

Como usar ícones no WordPress de forma correcta, a pensar na performance.

2 pensamentos sobre “O Melhor da Semana N.º 251: 5.0 abre uma nova era no WordPress

  1. Ao escrever um novo artigo, aperece-me unicamenet a opção de escrever um bloco, não me permitindo inserir imagem. Actualizei para versão 5.0 sem cuiadr de ler o vosso alerta. É possivel inserir imagens num bloco? Como. Posso regressar à versão anterior do WP?

    1. Podes regressar à versão anterior do WordPress revertendo para uma cópia de segurança do site.
      Quanto ao Gutenberg: Não sei qual o caso de utilização que necessitas mas uma imagem é um bloco. Podes ainda criar um bloco de colunas e colocar texto e imagem lado a lado, por exemplo. Sugiro que explores um pouco mais as capacidades do Gutenberg para encontrar a resposta às tuas necessidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *