foster_me_plugin1

O Melhor da Semana n.º 38: plugins, VVV e design responsivo

A preparar alguma apresentação para um encontro ou para clientes? Que ferramentas usa? O PowerPoint? É a ferramenta padrão e já toda a gente a terá utilizado. Mas sabe que pode usar o WordPress para criar apresentações profissionais e até com algumas vantagens extra?

Basta usar o plugin HTML5 SlideShow Presentations e o WP Beginner até preparou um guia simples para que os primeiros passos sejam simples.

Continuar a ler

dicionario

WordPress 4.0 a 27 de Agosto e com novidades nas traduções

Depois de um período de (prolongado) silêncio em relação às novidades a implementar na área das traduções do WordPress a partir da versão 4.0, eis que o processo começa a ficar clarificado.

Num artigo publicado hoje na secção dos poliglotas do Make WordPress, Andrew Nacin explicou as ideias para o funcionamento das versões traduzidas e localizadas.

Continuar a ler

hard-labour-285215_1280

Coisas que aprendi ao importar 50 mil artigos para o WordPress

Nota do Editor: E se, um dia, um conhecido vos pedisse para lidar com a importação, todos os dias, de 50 mil entidades encaminhando-as para artigos numa instalação WordPress?  O mais certo é que tivessem de coçar a cabeça em busca de uma solução. Foi o que aconteceu a Luís Rodrigues. As primeiras tentativas não foram bem sucedidas. Até que… Mas o melhor é ser o próprio Luís Rodrigues a contar a história.

Recentemente, tive a oportunidade de desenvolver um plugin para um cliente que, todos os dias, obtém um ficheiro com cerca de 50 mil entidades, e insere-as ou actualiza-as como artigos, numa instalação WordPress.

A tarefa seria relativamente trivial para um baixo número de entidades, mas como tudo o que é desproporcionado em software, as coisas depressa se tornam estranhas. De timeouts a erros por falta de memória, há muito a esperar de um desafio destes.

Eis algumas das coisas que aprendi.

A tempo e horas

O WP Cron é o mecanismo de agendamento do WordPress, e funciona de forma semelhante ao crontab do Unix. O CMS agenda tarefas pontuais ou recorrentes (como a publicação de artigos) e na data prevista (na melhor das hipóteses), essa tarefa é executada.

Digo “na melhor das hipóteses” porque a execução de tarefas não é um mecanismo independente, sendo despoletada pelas visitas ao site. Ou seja, se existe uma tarefa agendada para as 15:30, mas ninguém visita o site até às 17:59, essa tarefa não é invocada até às 17:59.

O desafio que tinha pela frente não era a pontualidade da operação, mas sim o facto dos pedidos do WP Cron estarem à mercê dos timeouts do servidor web. Por muito que optimizasse a operação, não seria fácil pôr o PHP a importar 50 mil posts em menos dos 60 segundos configurados.

Continuar a ler

aprovado

O Melhor da Semana n.º 37: a qualidade do código WordPress, as vulnerabilidades, as apps móveis

Há cinco qualidades que cada desenvolvedor WordPress deve ter: um planeamento sólido, um olho para o marketing, capacidade de delegar, saber quando seguir em frente e vontade por fazer mais. É, pelo menos, o que refere Brenda Barron.

Continuar a ler