WordPress

WordPress 5.0

O WordPress 5.0 está disponível, após um longo caminho percorrido para a sua criação, com a introdução do novo editor, denominado Gutenberg.

Esta é uma das mais complexas versões do WordPress e levou mais de um ano a ser preparada, com muitas polémicas e algum drama à mistura.

Será lançada na véspera do WordCamp dos EUA, que começa amanhã e se prolonga até sábado.

Porque representa uma importante mudança no funcionamento do sistema, esta é uma actualização que exige um cuidado extra…

Gutenberg, o novo editor

O WordPress 5.0 não traz, com efeito, muitas novidades mas há uma que domina todas as atenções. O novo editor, nascido do projecto Gutenberg, esteve no centro da controvérsia.

O Gutenberg é o novo editor do WordPress, substituindo o editor baseado no TinyMCE que foi utilizado ao longo de muitos anos.

O objectivo é melhorar a experiência de edição, facilitando a criação de conteúdos com diferentes formatos, sejam artigos ou páginas. É totalmente diferente do editor até agora utilizado.

A grande diferença está na introdução de blocos, que facilitam a criação de colunas, botões, widgets, permitindo a sua reutilização sem dificuldades. Quem está habituado a usar sistemas de construção de páginas (page builders) irá encontrar um conceito similar no Gutenberg.

Neste momento, o Gutenberg ainda não pode ser considerado um construtor de páginas, no entanto será essa a evolução do projecto.

Com o tempo e as necessárias actualizações por parte dos autores de temas e plugins, haverá cada vez mais blocos e formas de os utilizar. Em rigor é de esperar um WordPress diferente mas melhor, o futuro próximo.

Sobre o Gutenberg e a versão 5.0 voltaremos a conversar daqui a pouco, com as respostas a algumas dúvidas.

Para já, vamos olhar para outras novidades do WordPress 5.0.

O WordPress 5.0 além do Gutenberg

Novas etiquetas relacionadas com o estado da publicação.

Pacotes de línguas JavaScript.

Suporte de internacionalização para JavaScript.

Suporte para PHP 7.3, que está previsto também para hoje.

Agora de regresso ao Gutenberg…

Devo actualizar já para o WordPress 5.0?

Por norma, aconselhamos sempre todos os utilizadores a terem a mais recente versão nos seus sites.

No entanto, desta vez, sugerimos cautela extra e alguma paciência para a esmagadora maioria dos casos.

Em primeiro lugar porque não há uma razão óbvia e evidente para a actualização. Há o Gutenberg, claro. E é por causa do Gutenberg que se sugere ponderação na actualização.

Há muitos temas e plugins que ainda não são compatíveis com o Gutenberg e podem causar falhas no funcionamento dos sites ou, mesmo, que deixem de ser apresentados aos visitantes.

Com um pouco mais de tempo, esses temas e plugins irão ser actualizados para garantir a compatibilidade com o novo editor.

No entanto, isso não irá acontecer com todos os temas e todos os plugins. Por isso, irá chegar o tempo em que terás de tomar uma decisão sobre se prescindes do tema ou plugin ou continuarás a evitar o Gutenberg.

Sem esquecer que há uma alternativa…

Classic Editor

A alternativa ao Gutenberg é o plugin Classic Editor.

Este plugin restaura (no 5.0 e superiores) o editor do sistema utilizado até hoje, até a versão 4.9.8. Terá suporte oficial até ao final de 2021.

Uma das vantagens do Classic Editor é que permite alternar entre o editor clássico e o Gutenberg ao nível do utilizador e ao nível do artigo.

O que fazer antes de actualizar para o 5.0

  1. Em primeiro lugar, deves fazer aquilo que é sempre recomendado: uma cópia de segurança dos ficheiros e base de dados. De preferência faz mais de uma cópia.
  2. Em segundo, e neste caso em particular, deves testar a actualização numa cópia do teu site, seja ela montada no teu computador ou, de preferência, utilizando um site de staging. Este último caso é sempre preferível por replicar as condições do servidor.
  3. Em terceiro lugar, verifica junto dos autores do tema que usas se é compatível com Gutenberg.
  4. Em quarto, verifica junto dos autores de plugins que usas se são compatíveis com Gutenberg. Sim, de todos os autores de todos os plugins.

Se ainda houver incompatibilidades e quiseres ou precisares de actualizar para o WordPress 5.0, é aconselhável que instales e actives o Classic Editor antes de fazeres a actualização.

Mas o WordPress não vai actualizar automaticamente?

Apenas as versões chamadas de ‘menores’, como a 4.9.7 e 4.9.8, por exemplo, é que são actualizadas de forma automática.

O WordPress 5.0 é uma ‘major‘, logo implica uma actualização manual.

Já uso o Gutenberg enquanto plugin no meu site

Nesse caso o teu site está mais preparado que outros para a actualização mas isto não quer dizer que não haja riscos. Logo, também necessitas de cumprir todos os passos apresentados atrás.

Vou começar a fazer o meu site agora, o que devo fazer?

Sugerimos que comeces já a usar o WordPress 5.0 com o Gutenberg como novo editor. Confirma a compatibilidade do tema e plugins que escolheste com a 5.0. Se houver casos de incompatibilidade, pergunta aos autores quando haverá uma actualização e, na ausência de respostas, opta por outro tema ou plugins.

Tenho uma loja online…

Se a tua loja online usa WooCommerce precisas de usar, pelo menos, a versão 3.5.1. Tem de estar instalada antes da actualização para o 5.0.

Se usas outro plugin para operar a tua loja, cumpre todos os passos acima indicados, em particular o referente ao contacto com os autores do plugin.

O que vai acontecer a seguir?

O plano para os próximos meses passa por fazer pequenas actualizações do WordPress, com a resolução de bugs e correcções nas versões 5.0.1, 5.0.2 e seguintes. Estas actualizações menores serão lançadas com uma periodicidade quinzenal.

O Gutenberg vai continuar a evoluir?

Sim, o plano que existe para o Gutenberg passa por continuar a evolução, para que seja possível, por exemplo, criar um site apenas com o editor.

Conclusão

O WordPress 5.0 “Bebo” teve o contributo de 423 pessoas.

A actualização pode ser feita a partir do painel do WordPress, em Actualização e Actualizar agora ou descarregando o ficheiro zip.

 

Um pensamento sobre “WordPress 5.0

  1. Bom artigo!
    Estou vendo muitas pessoas reclamando, porém na maioria dos casos não foi realizado o básico antes da atualização, como backup, e testes.
    Este texto vai ajudar muita gente. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *